2015-12-13

Postagens

Tecnologia do Blogger.
 Guarda Costeira da Colômbia e do Equador, com apoio dos EUA, apreendem Submarino de traficantes no Pacífico 

 Fonte: Jornal El País

 Segundo uma reportagem da National Geografic uma embarca assim custa em torno de 1 milhão de dólares e demora aproximadamente 4 meses para ser construído.




As autoridades Colombianas e do Equador informaram que um submarino, semelhante ao apreendido esta semana no Pará, foi perseguido e apreendido quando transportava grande quantidade de drogas pelo Oceano Pacífico, a cerca de 200 milhas náuticas da das ilhas Galápagos.

As autoridades das Guardas Costeiras dos dois países, que contaram com o apoio dos Estados Unidos.

 A embarcação (chamada de semi-submergivel), navegava em ziz-zag, tentando escapar das autoridades, e foi perseguida por quatro dias, pelas embarcações dos dois países, até que a 200 milhas náuticas das ilhas Galápagos, a mesma foi abordada.  A bordo da embarcação estavam três homens que  foram presos. Foi constatado uma grande quantidade de drogas.


 As autoridades estimam que aproximadamente 3 toneladas de cocaína estão na embarcação, semi artesanal, que pertence ao narcotráfico, possivelmente algum cartel Colombiano de drogas.

 Uma embarcação da Guarda Costeira do Equador está rebocando o submarino, até a terra firme, onde as autoridades poderão constatarem a quantidade exata de drogas que estava sendo traficada, conforma informou as forças armadas da Colômbia.

No Brasil 
 Esta semana foi apreendida no Estado Pará, uma embarcação, do mesmo tipo que estava em fase final de construção. A embarcação foi localizado escondido, em local de mato, próximo a 

 
 Polícia apreende mini submarino que estava quase pronto para ser utilizado para o transporte de drogas

 Conheça um pouco mais do pesadelo que este tipo de transporte tem causado as autoridades que combatem os narcotraficantes. 
A National Geografic, fez un excelente documentário que vaé a pena ver, e conhecer o perigo que ronda e está chegando ao Brasil

 Vídeo You Tube; Fonte national Geografic

                                 

                       












GEFRON RECUPERA MAIS UM CARRO NA FRONTEIRA COM A BOLÍVIA

 O veículo estava com uma placa de outro veículo, e graças ao empenho dos policiais que estavam no local do fato, como também a integração entre os policiais de várias instituições, que deram o suporte de informações, mais um veículo furtado foi recuperado
 
Foto: R.S.R.G./F.A.

  A apreensão se deu por volta das 12:30 hs desta sexta feira 18 e Dezembro, quando Policiais Militares do GEFRON, de serviço no Posto de Fiscalização do Matão, zona rural de Pontes e Lacerda- MT, abordaram um veículo, em mais uma vistoria de rotina.

O veículo Fiat Strada de cor prata  ano 2015, com placas FNJ-9771 de Ubarana-SP, que era conduzido por E.J.C de 43 anos, que seguia sentido Bolívia.

Durante a checagem, do veículo, com apoio dos policiais que integram o grupo Fronteira Alerta, foi constatado que o veículo era dublê de placa com numeração do motor e chassi incondizentes com o registrado na referida placa, que o veículo possuia.

 Através de uma outra checagem foi constatado que o veículo era produto de furto, ocorrido na cidade de São Paulo-SP.
 diante da situação, o condutor recebeu oz de prisão e foi conduzido para o Cisc de Pontes e Lacerda, onde outras providências foram tomadas.

 

AMEAÇA DE BOMBA VAZ AVIÃO DA TAM QUE VOAVA PARA SÃO PAULO, RETORNAR AO AEROPORTO DE MADRI

 Ilustração

 Conforme publicado pelo Jornal El País, um avião da empresa brasileira de aviação, TAM , realizava o voo JJ8865, de Madri, Capital espanhola, para São Paulo, nas noite desta sexta feira 18 de dezembro. 

 O Boeing 777-32w, já estava a caminho do Brasil, quando o piloto recebeu uma determinação da autoridades espanholas, para que retornasse ao aeroporto de Madri. O avião decolou de Madri as 21:00 ( 18 horas de em Brasília), e deveria pousar em Guarulhos ás 05:30 hs.  Depois de aproximadamente 1hora e meia de voo, quando já sobrevoava a região de Casablanca no Marrocos,  o comunicado de uma suspeita de bomba a bordo, foi repassado aos pilotos, com a determinação de regressarem para que fossem tomadas as providências de averiguação, da aeronave. 

 O retorno foi feito sem transtornos, e o pouso no aeroporto Adolfo Suarez-Barajas ocorreu por volta das 00:00, ( 21:00 hs em Brasília). O desembarque dos passageiros e da tripulação ocorreu em segurança.

  Em nota A TAM afirmou  que está cooperando com as autoridades espanholas para investigar a origem da ameaça: "A TAM Linhas Aéreas informa que foi notificada pelas autoridades da Espanha sobre suposta ameaça de bomba a bordo da aeronave que fazia o voo JJ8065 (Madri- São Paulo/ Guarulhos), na noite desta segunda-feira (14). O voo retorna neste momento para a capital espanhola. A TAM está colaborando com as autoridades", disse a companhia.

 

PM  DE MIRASSOL D´OESTE CONSEGUE IMPEDIR ROUBO DE DUAS CAMINHONETES 

 Os criminosos aproveitaram o momento da entrada da funcionária da casa, praticar o roubo.
 
Foto: Fronteira Alerta

 Nesta sexta feira 18 de Dezembro, no Jardim das Oliveiras, um bairro nobre da idade de Mirassol D´oeste, uma família sofreu uma ação criminosa, que não teve piores consequências, graças a esperteza do casal que conseguiu se trancar em um quarto e acionara PM que prontamente foram em socorro as vitimas.

 O fato ocorreu por volta das 7 horas da manhã, quando a dona da casa , abriu a porta, para a entrada da secretária da casa, os dois criminosos entraram juntos com ela, e anunciaram o roubo. O casal, rapidamente se trancou em um dos quartos, de one conseguiram ligar para a Polícia Militar, informando o roubo. 
Enquanto isso, foram roubados da casa mil e quinhentos Reais e várias peças de joias ( anéis, pulseiras, cordão, correntes), de ouro.

Os policiais Militares do 17º BPM (Batalhão de Policia Militar) , chegaram ao local e ainda puderam constatarem dois criminosos saindo de dentro de dois veículos ( uma caminhonete Hilux e uma Mitsubishi Pajero Dakar) que estavam na garagem. 
 Foram acionados e solicitado apoio de Policiais da Delegacia de Polícia civil, que também foram para o local. Porém antes da chegada do reforço, os criminosos conseguiram pular o muro dos fundos da residência e fugir ´por um terreno baldio. 
As equipes realizaram diligências, porém ainda não conseguiram êxito em localizar e prender os criminosos. 
Segundo informações da Polícia, poderiam haver outros criminosos dando cobertura, nas proximidades, informando sobre a chegada da polícia, para que houvesse tempo da fuga dos comparsas que estavam dentro da casa.


HOMEM MATA EX MULHER E FERE EX SOGRO, DEPOIS SUICIDA COM UM DISPARO NA CABEÇA


A tragédia ocorreu no centro da cidade de Tangará da Serra na manhã desta sexta 18 de Dezembro.

Foto: R.S.W.A.

A manicure L.Z.S. R. de 46 anos, que estava residindo no Estado de Santa Catarina, retornou a cidade, depois que seu ex marido A.R.de 49 anos, lhe avisou que precisaria da presença da mesma, para que juntos assinassem uns documentos em um Cartório em Tangará da Serra- MT, distante a 240 Km da capital Cuiabá.

 Por volta das 9:00 horas, a Vitima em companhia do pai J.S. de 68 anos, foi ao cartório, localizado na rua 7 de setembro, próximo ao antigo SINE de Tangará da Serra. Durante a conversa, em frente ao referido cartório, no momento em qua a vítima lia as cláusulas do documento, ela percebeu que o ex marido estava armado, e tentou sair correndo, porém não conseguiu, sendo que seu ex marido efetuou vários disparos contra a mesma. A vitima foi alvejada na cabeça caindo na calçada. 

 O pai da mesma ainda tentou socorrer a filha sendo também alvejado, com um tiro no braço e outro no tórax. O Suspeito em seguida disparou a arma contra a própria cabeça, caindo morto sob o corpo da ex esposa. 

O pai da Vitima foi socorrido pela Unidade de resgate do Corpo de Bombeiros e encontra-se fora de perigo, não correndo risco de morte. 

 A Polícia Militar foi acionada, não cabendo nenhuma outra atitude, a não ser isolar e preservar o local, para que os peritos Criminais pudessem fazer os trabalhos no local.


 
 
 
 Polícia Civil prende líderes de organização criminosa que agia em Cuiabá
 
 Fonte: P.J.C.MT
 
Foto: P.J.C./MT
 
Nove membros da organização criminosa acusada de movimentar R$ 1,7 milhão, proveniente da lavagem de dinheiro e comercialização de produtos roubados como cargas de eletroeletrônicos, acessórios e equipamentos de informática foram presos, na manhã desta sexta-feira (18.12), na operação “Mercatore”, deflagrada pela Polícia Judiciária Civil para cumprimento de 11 mandados de prisão preventiva, 12 conduções coercitivas e 34 buscas e apreensão. Duas pessoas estão foragidas. 
 
As investigações da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), de Cuiabá, iniciadas há 1 ano, apontam que no topo da hierarquia da organização criminosa está João dos Santos Filho e o gerente geral Odair Coelho Vas, que administram quatro  bancas no Shopping Popular, no bairro Dom Aquino, região do Porto, na  Capital.
 
Os dois suspeitos e outros sete membros estão presos, incluindo um policial civil. Um advogado e uma bancária que auxiliam a quadrilha também foram conduzidos coercitivamente para interrogatórios. O grupo é investigado em lavagem de dinheiro advindo de práticas criminosas, especialmente, roubos e furtos, receptação qualificada de cargas de eletroeletrônicos, estelionato, corrupção de agentes públicos e associação criminosa.
 
As bancas que funcionam no Shopping Popular foram lacradas na operação e todos os produtos

apreendidos. Nas  apreensões, ainda não contabilizadas, estão aparelhos de notebooks, computadores, celulares, acessórios para celulares e equipamentos informáticas, além de uma vasta quantidade de outros  produtos do comércio popular.
 
Também foram apreendidas etiquetas usadas para trocar os selos de autenticidades com número de série dos equipamentos, como notebooks, de diversas marcas vendidas no mercado. “Além de alterar a configuração dos notebooks, também mudava as características do equipamento. Isso dificultava o reconhecimento das vítimas”, disse a delegada Elaine Fernandes.
 
Segundo a investigação, o líder do grupo criminoso, João dos Santos Filho, conhecido por “Tom”, e chamado pelo seu gerente de “Pai”, em referência a um dos personagens da novela a “Regra do Jogo”, definia o direcionamento das ações praticadas pelos integrantes da organização tais como métodos de lavagem de dinheiro, captação de recursos para financiar as ações criminosas, gerenciamento das atribuições de cada integrante, negociação das cargas roubadas, corrupção de servidores públicos, dentre outras estratégicas para manutenção da estrutura organizacional e econômica da associação criminosa.
 
A  base geográfica territorial da organização criminosa é o shopping popular, para onde a mercadoria receptada depois de ter os selos trocados era comercializada. “A receptação é um crime de extrema gravidade e força motriz de muitos outros delitos, que durante décadas foi tratado equivocadamente pela sociedade como crime de menor potencial ofensivo”, disse a delegada Elaine Fernandes.
 
Foto divulgação P.J.C./MT
De acordo com a delegada, que preside a investigação, o poderio da quadrilha é tamanho, que em apenas dois meses, o líder da quadrilha, um  comerciante que possui bancas de camelô, movimentou R$ 1,7 milhão, em três contas bancárias. “Esse capital elevado é absolutamente incompatível com a denominação simplista de um comerciante. A quebra de sigilo bancário se refere a um período curto, que impede reconhecer que essa elevada movimentação financeira é apenas um recorte do amplo cenário que se constitui o poderio econômico dessa organização criminosa”, declarou.
 
As investigações apontam que o grupo está por trás, diretamente e indiretamente, de cerca de 90% dos roubos em comércio, precisamente a eletroeletrônicos.
 
Modus Operandis

As investigações da Polícia Civil apontam que o esquema era mantido por meio de empresas de “fachadas”, para capitanear recursos junto às instituições bancárias e assim, financiar os roubos, furtos e a receptação de cargas de eletroeletrônicos.
 
Foram identificadas nove empresas constituídas pelo grupo para lavagem de dinheiro. Uma delas, a R.A.G, Comércio de Informática, foi instituída com documento falso, em nome do vice-líder da organização criminosa, Odair Coelho Vas, que em seu RG falso apresenta-se como Odair Francisco Vas.

 
O chefe do bando, João dos Santos Filho, também possui procuração para movimentar as contas fraudulentas, em nome da empresa R.A.G, e fazia as transações financeiras contando com ajuda de uma bancária, que facilitava  empréstimos “vultuosos”, fundamentados em documentos falsos.
 
Um advogado também auxiliava na parte jurídica, como elaboração de contratos de imóveis, para agilidade na liberação de empréstimos de valores elevados.
 
“Tudo isso com o intuito de aumentar o poderio econômico da organização criminosa, de forma a financiar a prática dos roubos e a aquisição de cargas de eletroeletrônicos roubadas e furtadas”, explica à delegada.
 
Mercatore - vem do Italiano e significa comerciante, mercancia, aquele que media e age como  intercessor, traficante.
 
Antecedentes
 
Segundo as investigações os líderes da organização criminosa, João dos Santos Filho, o “Tom” e Odair Coelho Vas, são criminosos contumazes e de alta periculosidade. Odair Coelho já foi processado por roubo qualificado. Seu chefe, João dos Santos, já preso na operação “Lista Amarela”, em dezembro de 2012,  sendo processado e condenado ao cumprimento de 4 anos e 5 meses de reclusão. Na época dessa operação, a Polícia Civil apontou que a quadrilha era responsável por metade dos roubos a empresas do ramo de transporte e logística, na Grande Cuiabá.
 
Equipes
 
Na operação foram empregados policiais civis lotados na Diretoria de Inteligência, Corregedoria Geral, Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá e Derf de Várzea Grande, Delegacia

Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derrfva), Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DDM), Delegacia do Consumidor (Decon), Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica), 3ª Delegacia de Polícia, Delegacia de Santo Antônio do Leverger, Delegacia de Chapada dos Guimarães, Delegacia de Rosário Oeste.
 
A operação também conta com apoio de um helicóptero do Centro Integrado de Operações Aéreas (CIOPaer), da Segurança Pública, e da Gerência de Operações Especais (GOE).
 



Acadêmicos da Unemat conquistam prêmio estadual de música

Fonte: Texto Site da Unemat
Foto Arquivo pessoal Janaína Lima

                                                                                                                                                                    

PUBLICIDADE:



                                                                                                                                                                                     

Teor da matéria

Alunos do campus de Cáceres, da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), conquistaram prêmio estadual no Festival Mato Rock IV, em Rondonópolis -MT, em 12 de dezembro. Eles concorreram com sete bandas e foram vencedores no quesito Melhor Música, com a canção ‘A Epopeia de Infortúnio Cacerense’.

Imagem , Vídeo da apresentação da Banda
A banda vencedora, chamada ‘O Mormaço Severino’, é formada pela acadêmica de Letras Janaína Lima (vocalista) e pelo acadêmico de História Rauni Vilasboas (guitarrista e compositor). Outros três integrantes compõem o grupo: Ronaldo Gonçalves (baixista), Wellington Fernandes (percussionista) e Andres Bernardes (baterista).

  No evento, mais dois músicos convidados integraram o time.  Flávio Pereira e Marcio Menardi, acadêmicos do curso de História, reforçaram a percussão. 


Confira o Vídeo cedido pelo Guitarrista Rauni Vilasboas Valentim

                   
 
A música vencedora conquistou os jurados pelo mistura de temas históricos locais com poesia. A letra de A Epopeia de Infortúnio Cacerense enaltece as origens do povo de Cáceres e sua relação com natureza, como destaca o refrão: ‘Eu vim de um raio de sossego, eu vim do vento da noite, eu vim do clarão da aurora, eu vim do som do açoite’.


Foto: Sec Cultura Pref . Mun. de Rondonópolis ( Rafael Irineu)

Para o compositor Rauni Vilasboas, o prêmio é mais que um reconhecimento do talento da nova geração da cultura cacerense. É também resultado da interação dos artistas de diferentes bandas da cidade: “No evento, fizemos um improviso com outros músicos da Bando do Mato e da Vreep!, dois grupos cacerenses. Foi um ensaio rápido, e a sinergia foi muito boa, o som mostrou essa integração, e isso contribuiu para nossa conquista”, disse Vilasboas.

Foto: Sec Cultura Pref . Mun. de Rondonópolis ( Rafael Irineu)

Para a diretora da Faculdade de Educação e Linguagem (Facel), Elisabeth Battista, a vitória é um reconhecimento do mérito dos alunos da Universidade e um incentivo aos acadêmicos. “A literatura, a música e a arte são vivências imprescindíveis para o exercício da cidadania.
Foto: Sec Cultura Pref . Mun. de Rondonópolis ( Rafael Irineu)
  A Unemat possui muitos talentos escondidos nas salas de aula, e é uma satisfação quando eles enfrentam o desafio e apostam no próprio potencial. Hoje, o curso de Letras desenvolve o Projeto Novos Talentos, com crianças do Ensino Fundamental e Médio, porque acreditamos que só a educação e a cultura ajudam no desenvolvimento da cidade, e porque não, da nação. É preciso acreditar”.
Foto: Sec Cultura Pref . Mun. de Rondonópolis ( Rafael Irineu)

A diretora reforça, ainda, o espaço que a Unemat oferece, por meio dos saraus no campus, para a apresentação de novos artistas. O evento, que reúne diferentes bandas, é uma oportunidade de integração com a comunidade e de desenvolvimento cultural.  “Esse é, também, o papel da Universidade, integrar e educar para além da sala de aula” finaliza Elisabeth Battista.      

POLÍCIA CIVIL APREENDE SUBMARINO QUE SERIA USADO NO TRÁFICO INTERNACIONAL DE DROGAS 

 Fonte Polícia de todos

 

                                                                                                                                                                              

                                                                                                                                                                    


Os fatos:

A Polícia Civil do Pará fez uma apreensão inédita na região Amazônica. Um submarino, que estava em fase final de construção e que seria utilizado no tráfico internacional de drogas, foi descoberto em um furo do rio Guajará-Mirim, perto de uma Vila de pescadores, na região das Ilhas de Vigia de Nazaré, nordeste paraense. 

O veículo náutico foi encontrado, na noite da última terça-feira, 15. Nesta quinta-feira, 17, a equipe de policiais civis enviada ao local iniciou o processo de retirada do submarino, que será conduzido, até sábado, para a base do Grupamento Fluvial do Estado, em Belém. As suspeitas são que a construção estava sendo financiada por colombianos ligados a um grande esquema de tráfico de cocaína. 

A Polícia Civil vai investigar o crime. Com cerca de 17 metros de cumprimento, com 3m de diâmetro e cerca de 4m de altura, o submarino teria capacidade para transportar uma carga de até 30 toneladas e transportar, pelo menos, 30 pessoas. Pela avaliação da equipe de peritos criminais, do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, enviada ao local, somente o motor de 100 cilindros, com alta potência, tem peso estimado em 200 quilos. Segundo o delegado João Bosco Rodrigues Junior, diretor de Polícia Especializada, o submarino já estava praticamente pronto, restando apenas a instalação de alguns equipamentos eletrônicos. A estrutura do veículo náutica continha desde sonar e sistema de refrigeração interno.

 

 

A descoberta foi realizada após denúncias anônimas recebidas pela Delegacia-Geral, na última segunda-feira, e reforçadas pelo serviço telefônico Disque-Denúncia, fone 181, de que uma embarcação estava sendo construído em um braço de rio dentro de uma ilha no litoral de Vigia de Nazaré.

Ainda, conforme as denúncias, o submarino seria usado no escoamento de grandes quantidades de drogas para fora do país, possivelmente, com destino aos Estados Unidos e ao continente europeu. Diante da informação, na terça-feira, policiais civis da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE), da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) e da Delegacia de Polícia Fluvial (DPFlu) foram deslocados à região para apurar as denúncias, sob coordenação dos delegados Hennison Jacob, da DRE, e Arthur Braga, da DPFlu. 

 

A localização do local ocorreu durante a noite, após horas de busca na região. O acesso ao estaleiro construído na área para montagem do submarino havia sido transformado em uma base de operações da organização criminosa, que seria formada, por um grupo de, pelo menos, 15 pessoas. Na entrada do furo uma placa foi instalada com a seguinte mensagem: "Não entre sem permissão. Área particular", como forma de afastar ribeirinhos que moram ou trafegam pela região. Segundo os policiais civis, as investigações mostraram que o grupo havia se instalado no local desde o mês de setembro deste ano. Ali, eles haviam instalado uma vigilância ostensiva na entrada do furo para não permitir a entrada de pessoas. Ao longo do furo, os policiais civis encontraram diversos tanques de combustível usados pelo grupo criminoso. Os integrantes do esquema usavam, inclusive, falsas armas de fogo, como fuzis, feitas à base de madeira para simular armas de verdade. 

Um dos indícios encontrados no local e que reforçaram as suspeitas de envolvimento de colombianos no esquema foi inscrições em espanhol nas caixas de produtos eletrônicos encontradas no local, com palavras como "La Columbia" e "Guerrilha 762".  Na vila de pescadores, o grupo de criminosos chegou a construir três casas de madeira, perto da entrada do furo no rio, usadas como bases de observação para monitoramento da região. "Eles chegaram até a impedir que ribeirinhos fizessem a pesca na área, o que incomodou a comunidade", explica o delegado João Bosco. Mas o que as pessoas não imaginavam era que o local estava sendo usado como fábrica para construção de um submarino. 


No interior da ilha, os policiais civis localizaram duas barracas de madeira construídas no local. Uma delas era usada como estaleiro para construção das peças à base de fibra usadas na montagem do veículo náutico. A outra barraca era usada como um alojamento, onde as pessoas que ali se instalaram usavam para dormir e fazer as refeições diárias. Dentro do alojamento, havia diversos beliches construídos com madeira, além de mesas, alimentos, roupas, calçados, entre outros utensílios de higiene. 


RETIRADA Com apoio de uma lancha, os policiais civis iniciaram, no começo da tarde, a retirada do submarino do rio do rio Guajará-Mirim. A embarcação estava a mais de 500 metros de distância da baía e exigiu muito esforço dos policiais. Primeiramente, após acionar o motor do veículo náutico, a equipe de policiais civis iniciou o procedimento de rebocamento. Até o final da tarde, o submarino havia sido deixado a menos de 100 metros da baía. Segundo o delegado Hennison Jacob, os policiais irão esperar até por volta de 23 horas, hora em que a maré enche o furo dentro da ilha, para dar continuidade ao resgate. O procedimento vai continuar na sexta-feira pela manhã, quando a embarcação deverá ser conduzida até o porto do Grupamento Fluvial, em Belém, onde deverá chegar até sábado.

 

INTEGRAÇÃO ENTRE AS POLICIAS MILITAR, CIVIL E OS SERVIÇOS DE INTELIGÊNCIA APREENDEM O ARSENAL ROUBADO EM QUARTEL BOLIVIANO

Fonte : PMRO

IMG-20151217-WA0047 1
Foto: PMRO-Divulgação
                                                                                                                                                                  

Publicidade


 O MEGA PARK proporciona diversão para toda a família e faz a alegria da criançada.
Neste Natal estará na praça da Matriz, em São José dos IV Marcos, a partir do dia 19  de dezembro.

 
 Também está funcionando em Cáceres na praça Barão, próximo ao antigo Cais do Rio Paraguai.


                                                                                                                  

 Teor da matéria;


IMG-20151217-WA0034
Foto: PMRO-Divulgação
 Os grupos de inteligência das polícias militar e civil, coordenados pelo GEI – Gerência de Estratégia e Inteligência da Sesdec – Secretaria de Segurança Defesa e Cidadania, Draco – Delegacia de Repressão ao Crime Organizado com apoio do GATE – Grupo de Ações Táticas Especiais da Companhia de Operações Especiais da Polícia Militar, apreenderam hoje, em Porto Velho, os onze fuzis, carregadores e farta munição roubados no dia 6 de dezembro de 2015, de uma base naval  Boliviana, próximo ao distrito do Araras, sentido Porto Velho Rio Branco-Ac. 
Sete  Suspeitos foram presos e o caso totalmente esclarecido.


Para o Secretário adjunto da Sesdec, o Coronel PM Adilson Pinheiro, o sucesso da operação se deve a implantação de uma Força Tarefa de inteligência,  pelo  delegado Lindomar Bezerra, que  envolveu instituições Federais e Estaduais, obtendo sucesso na prisão da quadrilha e apreensão do material roubado.  Já o subcomandante geral da Polícia Militar, coronel PM Clairton Pereira, depois de ver os armamentos apreendidos e os presos, disse que eles  são de alta periculosidade. “Tudo deu certo e armamento apreendido, policiais íntegros e dedicados”.

IMG-20151217-WA0036 1
Foto: PMRO-Divulgação
Leia também: Criminosos Brasileiros invadem base Naval Boliviana e roubam arsenal

O delegado Lindomar Bezerra parabenizou todos os policiais envolvidos na ação especialmente o Núcleo de Inteligência em Ariquemes “que foi imprescindível  e a Força Tarefa da Inteligência da SSP/RO concluiu  o serviço com excelência”.

IMG-20151217-WA0035
Foto: PMRO-Divulgação


Os presos são: Adriano Oliveira da Silva, Anderson Batista de Sousa, Clemildo Sousa Oliveira, Danilo Pereira Malafon, Jorge Sousa Trindade, David Cavalcanti da Silva, Rui Sousa de Andrade e uma mulher. 

POLICIAIS MILITARES DO 8º B.P.M. DE ANAURILÂNDIA- MS,  APREENDEM 1 TONELADA E MEIA DE MACONHA


 Após receberem a informação de que uma hilux estaria atolada numa estrada vicinal, os policiais conseguiram localizar o veículo, que estava aparentemente abandonado, com a droga.

Foto: Polícia Militar de MS/ Divulgação

Na manhã desta quarta (16), por volta das 06:30 hs, a Polícia Militar de Anaurilândia foi informada por funcionários da Usina Aurora, sobre um veículo atolado e em atitudes suspeitas, em uma estrada vicinal que dá acesso aos canaviais. 

De imediato uma guarnição de serviço foi até o local e encontrou uma Toyota Hilux/WS4 com placas do estado de São Paulo aparentemente abandonado, e em revista ao veículo puderam observar pelo para-brisa que ele estava completamente lotado de tabletes de maconha. 

Foto: Polícia Militar de MS/ Divulgação

Foram realizadas diligências pelas imediações na intenção de encontrar algum responsável pelo veículo, mas sem sucesso. Por o veículo encontrar-se trancado, o mesmo foi guinchado até o pátio da Delegacia de Polícia Civil para conferência e checagem. Após a pesagem da droga, a mesma totalizou em 1.500 quilos, já na checagem ao veículo, constatou-se que a placa afixada pertencia a outro da mesma marca, modelo e ano, constatando -se assim  veículo dublê e placas. 

Foto: Polícia Militar de MS/ Divulgação
   O veículo juntamente com a droga foram entregues na Delegacia de Polícia Civil de Anaurilândia, onde outras providências serão tomadas.

 Fonte: Assessoria de comunicação do 8º BPM


AÇÃO INTEGRADA ENTRE GEFRON E A.P.M.C.V. OBTÉM RESULTADOS POSITIVOS NA FRONTEIRA
Fonte: assessoria GEFRON
Carla Duarte




Fotos : Divulgação ; GEFRON





Fotos : Divulgação ; GEFRON

A ação integrada entre Policiais Militares do Grupo Especial de Segurança de Fronteira – GEFRON e Academia de Policia Militar Costa Verde – APMCV, deflagrada na última segunda-feira (14.12), obteve resultados positivos, com várias apreensões na região de fronteira em 2 dias de duração.

Com objetivo de intensificar a fiscalização e prevenir e combater os crimes fronteiriços de modo a proteger os interesses do País.
Nesta operação as equipes do Gefron, juntamente com os cadetes da APMCV, trabalharam de forma integrada, realizando patrulhamento, abordagens, checagens de veículos e pessoas, barreiras fixas. 


 
Fotos : Divulgação ; GEFRON



Ela ocorreu de forma simultânea por 2 dias ininterruptas, na faixa de fronteira do Mato Grosso com a Bolívia com enfoque nos municípios de Cáceres, Porto Esperidião, Pontes e Lacerda, Vila Bela da Santíssima Trindade.
Fotos : Divulgação ; GEFRON


Fotos : Divulgação ; GEFRON
Durante os 2 dias de operação que encerrou a meia noite desta quarta-feira (16.12), foram registrados 07 boletins de ocorrências, 08 conduzidos para delegacias, duas armas de fogo apreendidas, três veículos recuperadas, sendo duas caminhonetes e uma motocicleta todas produto de ílicitos, também foram apreendidos cerca de 60 emulsões de dinamite, 100 espoletas e 1 rolo de cordel detonante. 48 munições calibre 22 e 12 munições calibre 38.
 
Fotos : Divulgação ; GEFRON


Fotos : Divulgação ; GEFRON



Fotos : Divulgação ; GEFRON


Fotos : Divulgação ; GEFRON

 Segundo a avaliação do Coordenador do Gefron- Ten Cel Assis a ação integrada atingiu o objetivo proposto, pois intensificou a presença da Força Policial nas MTs, BRs, e nas cidades onde as equipes atuaram, transmitindo à população um aumento visível de atuação no serviço operacional, bem como propiciando ao cidadão de bem a sensação de segurança devida. Além disso pode propiciar aos cadetes, que estão em formação, através deste estágio supervisionado, o contato com a realidade do serviço policial na região de fronteira Brasil-Bolívia.
OPERAÇÃO CONJUNTA ENTRE POLÍCIA MILITAR E POLÍCIA CIVIL FECHA A BOCA DE FUMO DO "GORDO" EM CÁCERES.

O gordo, é enteado do antigo dono da boca, que também morava na casa, que atualmente se  encontra preso.
 
Foto: R.S.W.A/F.A.

 No fim da tarde desta quarta feira 16 de Dezembro, Policiais civis e militares deram uma tacada certeira, se é que podemos dizer assim", pelo sucesso do trabalho em conjunto.

Policiais Civis de Cáceres, distante a 220 KM da Capital Cuiabá, realizavam trabalho de investigação, na rua Floriano Peixoto, no bairro Cavalhada 2, próximo a famosa boca do " Gordo".

Os policiais perceberam uma movimentação no local, e um indivíduo saindo da casa. O mesmo foi abordado constatando ser J.R.S. de 27 anos,  sendo que durante a revista pessoal, foi encontrada em eu bolso uma trouxinha de substância análoga a cocaína.

 Durante a entrevista com o mesmo, foi revelado que o mesmo teria comprado o entorpecente na referida boca, sendo que um indivíduo de nome Wisley, conhecido também pelo apelido de " Gordo".

Diante da situação de flagrante encontrada, os policiais adentraram à casa, sendo que o W. A.S.P. de 19 anos, vulgo "Gordo",  rapidinho afinou, e partiu para o plano de fuga, antecipadamente preparado, através de uma escada dentro do banheiro, que deu aceso ao telhado, por onde o mesmo escapou.

Os policiais de imediato comunicaram aos Policiais Militares que realizavam Patrulhamento nas proximidades, e que logo compareceram ao local e deram apoio na prisão do mesmo, que seguia próximo a  casa de sua avó.

Em continuidade aos trabalhos dentro da casa, os policiais fizeram a prisão de A.C.L, que segundo a polícia também vendia o entorpecente,e não teve tempo de fugir pelo telhado,  conforme seu comparsa.

Foto: R.S.W.A/F.A.
Dentro do vazo sanitário do banheiro, por onde fugiu o "Gordo", foram encontradas 28 trouxinhas idênticas, a que foi apreendida com o Suspeito abordado próximo a casa, onde gerou toda esta situação de fragrância.

 Durante as buscas dentro da casa, algumas pessoas chegavam para comprar drogas, sendo detidas P.R.F.N.; " vulgo ZULÙ", e também  E.O.da S., além da apreensão de três adolescentes ( meninas). Também foi apreendido um outro adolescente de iniciais, que partiu para cima dos policiais tentando impedir a prisão de " Gordo". 
Foi relatado por vizinhos que este adolescente, é um famoso " Correria", ou seja é quem faz o trabalho e entrega de drogas, para o dono da boca.

Os Suspeitos juntamente com  a droga e demais materiais, foram conduzidos para a 1ª Delegacia de Policia Civil de Cáceres, para onde também foram encaminhado os adolescentes apreendidos, onde outras providências foram tomadas



POLICIA RODOVIÁRIA DE SÃO PAULO APREENDE MAIS DE 300 KG DE PASTA BASE DE COCAÍNA.


A apreensão ocorreu na rodovia SP-613, em Teodoro Sampaio, na madrugada desta quarta 16 de dezembro, dentro de uma carga de milho.


Fotos Polícia Militar de São Paulo- Divulgação

                                                                                                                                                                     

 PUBLICIDADE




                                                                                                                                                                     

Teor dos fatos;



 Nos primeiros minutos da madrugada de quarta feira 16 de Dezembro, Policiais Militares da Polícia Rodoviária Estadual de São Paulo, realizaram a abordagem de uma carreta com placas da cidade de Tremembé- SP, na Rodovia Arlindo Béttio, KM 100, em Teodoro Sampaio- SP. 

Os Policiais abordaram pelo fato do motorista estar dirigindo de forma qua a todo momento mudava de direção, e apresentava as placas do veículo ilegíveis.

Fotos Polícia Militar de São Paulo- Divulgação

Durante a vistoria da carreta, foi constatado que a mesma transportava uma carga de milho a granel ( em grãos),  e a nota estava regular, para o transporte da referida carga. 



De acordo com as informações da Polícia, durante a vistoria, foi constatado ainda que havia uma solda grosseira, na 5ª roda, levando aos policiais a desconfiarem er algo não estaria certo. Foi feito um pequeno furo no local, onde foi constatado a presença de uma substância análoga a pasta base de cocaína.
Fotos Polícia Militar de São Paulo- Divulgação



Os policiais deram " Vóz de Prisão" ao motorista de 37 anos, residente em Tremembé - SP, sendo que somente pela manhã, com a luz natural, foi possível darem continuidade na ocorrência. 
 Toda a carga de milho foi descarregada, e foi localizado um local, preparado ( mocó), de onde foram retirados 318 tabletes de drogas. totalizando 333 kg de pasta base de cocaína.

Fotos Polícia Militar de São Paulo- Divulgação
O motorista relatou que ganharia R$ 5 mil Reais pelo transporte da droga, que foi pega na cidade de Corumbá- MS. 

O motorista relatou ainda que o indivíduo teria se deslocado com a carreta até a cidade de dourados em Mato Grosso do sul, onde foi carregado com milho, e posteriormente lhe foi entregue. A carreta deveria seguir até um terminal de cargas na cidade de Guarulhos -SP, onde o mesmo motorista receberia o pagamento pelo serviço prestado.


 Com o motorista também foram apreendidos dois aparelhos celulares e R$ 750,00 ( setecentos e Cinquenta Reais)

O Suspeito, juntamente com a droga, carreta e dinheiro apreendido , foi conduzido para a Delegacia de Polícia Federal de Presidente Prudente, de onde o Suspeito depois das devidas providências foi transferido para o presídio de Presidente Venceslau - SP, onde permanece a disposição da Justiça.



Postagens mais visitadas

Arquivo do blog