Postagens

Tecnologia do Blogger.



EX-VIGIA DE ESCOLA É SUSPEITO DE  
ESTUPRAR 8 ALUNAS NO INTERIOR DE MT






As meninas possuem entre 7 e 11 anos, e eram abusadas dentro de um depósito de brinquedos da escola, em Paranatinga, Sul de MT

Foto: Paranatinga news ( reprodução)
 Um idoso foi de 74 anos foi preso nesta segunda-feira 27, acusado de estupro de vulnerável, praticado dentro de uma escola municipal do município de Paranatinga, distante a 373 KM da capital, Cuiabá. 




  A prisão foi cumprida através de ordem de prisão Temporária, motivada por denuncias que foram feitas contra ele na última quinta-feira, 23, pela mãe de uma aluna e tia de outra registra o Boletim de Ocorrências na Delegacia de polícia Civil daquele município. 

 Conselheiros Tutelares acompanharam as alunas de 7 e 11 anos e a denunciante, mãe de uma delas, até a autoridade Policial, onde comunicaram o crime.

 Segundo as acusações constantes, o Suspeito João Batista do Nascimento, de 74 anos, que era vigilante da escola Municipal Teles Pires, teria levado as meninas para uma sala de computação, que estava vazia pelo fato da escola ser nova e onde era utilizada como depósito de brinquedos. Neste local o suspeito teria abusado sexualmente das crianças ao mesmo tempo e ainda fez ameaças caso elas revelassem para alguém oque ocorreu ali.

Foi requisitado o exame de corpo de delito, onde o resultado deu positivo, sendo representado a solicitação de prisão, para evitar que o mesmo fugisse. 

Com o Mandado nas mãos os policiais cumpriram a prisão do suspeito, que aguarda outros procedimentos, inclusive com o depoimento de outras vítimas. indicadas pelas vitimas, que relataram que outras duas meninas também teriam sofrido abusos .

Conforme informado pela Polícia civil, o Laudo pericial constatou conjunção carnal e anal nas duas vítimas. Segundo o delegado, supostamente, são oito vítimas, mas a Polícia Civil ainda está na fase de oitivas das vítimas para confirmar a informação.

“Nota-se pelos relatos que o vigia vinha constantemente abusando de várias crianças na escola, conseguindo se manter impune até agora em virtude das ameaças contra as crianças. É um caso terrível”, afirmou o delegado Pablo Borges Rigo.

Ilustração WEB (denuncie

Segundo informações obtidas junto a assessoria da P.J.C., o homem se aproveitava da função de vigilante, para cometer os crimes, tendo sido afastado quando a direção da escola tomou conhecimento dos crimes praticados, sendo preso logo em seguida pela ação da polícia Civil.

A escola ainda não se manifestou.

O vigilante irá responder por estupro de vulnerável, de cada uma das vítimas confirmadas ao final do inquérito policial.

Postar um comentário:

0 comments:

Postagens mais visitadas

Arquivo do blog