Postagens


 POLÍCIA CIVIL INVESTIGA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUSPEITA DE VENDER DIPLOMAS E CERTIFICADOS FALSOS

A sede da empresa foi alvo de uma Operação, onde os policiais, apreenderam computadores, celulares, carimbos falsificados além de diplomas preenchidos, que seriam entregues.
Foto: reprodução  P.J.C.


 A operação deflagrada  nesta quarta-feira dia 6, pela Polícia Civil da cidade de Barra do Garças, distante a cerca de 515 Km de Cuiabá, em cumprimento a dois Mandados de Busca e Apreensão, expedidos pela 1ª Vara Criminal de Barra do Garças-MT.

 Com suspeitas na prática do crime, por fornecer diplomas com testes realizados por provas enviadas por email, que eram preenchidas e devolvidas para serem avaliadas,  os investigadores se passaram por candidatos e entraram em contrato com empresa.

 Foi demostrado interesse pela forma mais rápida de conseguir um diploma, para realizar matrícula em uma faculdade de medicina.

O policial alegou da urgência em conseguir o diploma, para não perder a vaga na matricula da faculdade.

Uma atendente passou ao policial, instruções, pensando que era realmente clientes, e que a instituição necessitaria de alguns documentos pessoais do candidato e ainda que o mesmo deveria pagar uma taxa no valor de R$ 1.200,00.

 Também foi repassado ao investigador que as provas seriam enviadas via e-mail e deveriam ser devolvidas após serem respondidas, para que fossem avaliadas.

Em 16 dias o diploma estaria a disposição do candidato e com este documento este que capacitaria o mesmo poderia se inscrever no curso superior.

 Os investigadores descobriram ainda que os proprietários da instituição realizavam divulgação em mídia de redes sociais, de forma atrativa de como concluir o ensino médio em apenas 2 meses. Em em alguns casos os alunos poderiam conseguir concluir o curso em tempo recorde de 15 dias.

 Os trabalhos deram continuidade onde foi solicitado e expedido os mandados de buscas, que foram cumprido sendo que foram apreendidos carimbos falsificados, papéis especiais para impressão de diplomas, vários contratos de prestação de serviço, históricos Escolares do ensino médio falsificados, que ainda não haviam sido entregue aos alunos além de computadores celulares e outros objetos.

 A polícia informou que em torno de 150 pessoas teriam conseguido utilizar o meio fraudulento para conseguirem os diplomas falsos e grande parte destas pessoas já incluíram em universidades e cursos técnicos, amparados pela falsificação do documento.

 Os trabalhos continuam a serem investigados pela equipe da DP de Barra do Garças, que 

Postar um comentário:

Tecnologia do Blogger.

Postagens mais visitadas

Arquivo do blog