quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Polícia Civil prende integrantes de quadrilhas invasoras de terras, em Pontes e Lacerda



POLÍCIA CIVIL PRENDE INTEGRANTES DE QUADRILHA INVASORA DE TERRAS, EM PONTES E LACERDA
Foto: Ass Com P.J.C./ reprodução
Um homem acusado de integrar uma associação criminosa envolvida em crimes de esbulho possessório, furto e posse ilegal de arma de fogo foi preso em flagrante pela Polícia Judiciária Civil, na terça-feira (30.01), em Pontes e Lacerda (448 km a Oeste). O suspeito, Alessandro Lemes Ribeiro, 34, estava na propriedade das vítimas, onde foi flagrado com diversas munições e objetos furtados.
Foto: Ass Com P.J.C./ reprodução
As investigações iniciaram quando a equipe da Delegacia de Pontes e Lacerda foi acionada sobre um crime de esbulho possessório em as vítimas estariam em cárcere privado. Diante das informações passadas por familiares, os policiais se deslocaram até a propriedade agrícola, na Gleba Casalvasco, na zona rural do município.

Na estrada, os investigadores encontraram as vítimas que retornavam a Pontes e Lacerda e que relataram que os invasores continuavam na propriedade.

 Os policiais seguiram em diligências e durante o trajeto para chegar até o local, tiveram os pneus da viatura furados em uma armadilha, feita de madeiras e pregos, deixada pelos suspeitos na estrada.

Foto: Ass Com P.J.C./ reprodução

Quando a equipe de investigadores chegou a propriedade avistou duas pessoas, que empreenderam fuga, logo que perceberam a presença da Polícia, porém um deles acabou capturado. Em entrevista, o suspeito confessou a participação na quadrilha, indicando o nome de seus comparsas.

No local, foram apreendidos cartuchos de munições calibre 32 e calibre 28, 8 munições calibre 38, sendo 6 deflagradas e duas intactas, uma munição calibre 28, frasco de pólvora, caixa de espoleta e um socador de cartuchos, além de diversos materiais utilizados pelos suspeitos, muitos deles furtados em dias anteriores.

Segundo as investigações, os donos da propriedade já foram vítimas de dano causado por incêndio e furto, que possivelmente foi praticado pelos mesmos suspeitos. Diante da situação, o suspeito foi conduzido a Delegacia de Pontes e Lacerda, onde foi lavrado o flagrante por esbulho possessório, posse ilegal de munições, furto, e associação criminosa.
Fonte: Ass Com P.J.C.-MT/ reprodução