Informe a PRF Roubo ou Furto de veículo

Polícia Civil prende pai que matou filha de dois meses em V. Grande, um ano após o crime.

POLÍCIA CIVIL PRENDE SUSPEITO DE MATAR FILHA DE 2 MESES, EM V. GRANDE

  As investigações apontaram que a criança morreu vítima de agressão e um ano depois, ao ser preso, o criminoso alegou estar sob efeito de drogas e ter se irritado com o choro  do bebê
 


Ilustração


A prisão do suspeito ocorreu na cidade de Sinop distante a cerca de 500 km ao norte da Capital em cumprimento ao mandado de prisão temporária expedido pela primeira vara criminal de Várzea Grande

 O pedido de prisão foi solicitado após os trabalhos de Investigações que apuraram a morte de um bebê de apenas 2 meses de idade, fato este ocorrido no dia 23 de janeiro de 2017.

 O fato

 Na ocasião o suspeito Léo Marli Melgar de 27 anos juntamente com a esposa levaram a filha Lilian Marui Melgar para o Pronto-Socorro da cidade de Várzea Grande.

 A vítima se encontrava inconsciente e os pais informaram aos médicos que a criança havia sido asfixiada acidentalmente quando dormia com casal na mesma cama . A mãe da criança chegou a informar que acordou e viu Pai dormindo por cima da criança, impossibilitando assim a respiração do bebê.

 A criança que recebeu os primeiros atendimentos, apresentava um quadro muito grave e foi transferida para o pronto-socorro Municipal de Cuiabá, onde durante os atendimentos não resistiu e foi a óbito logo em seguida.
Imagem P.J.C. Assesoria
 Investigações realizadas pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa ( DHPP), passou investigar o caso e conforme relatou a imprensa o delegado Frederico Murta, o caso tomou outra dimensão sendo levantado as provas testemunhais e periciais que apontaram que a criança havia sido gravemente agredida por seu genitor, o que teria causando a morte por hemorragia cerebral.

 Após a morte da criança o casal desapareceu da cidade de Várzea Grande e não foi mais visto na cidade.

Com base nas investigações e diligências que duraram meses os policiais conseguiram informações de que o Suspeito estaria residindo na cidade de Sinop, no Norte de Mato Grosso.


A mãe da criança teria se separado do ex companheiro e saído do Estado com medo do mesmo.

A Polícia Civil solicitou a prisão temporária do suspeito, que prontamente foi atendida e deferida  pela 1ª Vara Criminal de Várzea Grande.

Policiais da Delegacia de Sinop realizaram diligências e realizaram a prisão do suspeito.

 O suspeito não possuía passagens criminais e teria fugido recentemente de uma clínica de recuperação para dependentes químicos, onde deu entrada.

Imagem ilustrativa/ Ed F.A.


 O mesmo teria confessado o crime  aos policiais, alegando que estava sob efeito de drogas e teria se irritado pelo choro da criança.

 O criminoso deverá ser interrogado pela autoridade Policial em Sinop e conduzido para o presídio  Ferrugem, na mesma cidade.


Mais Vistas

Mulher é brutalmente assassinada a tiros dentro de casa em Quatro Marcos

Vítima que teve corpo incendiado em Figueirópolis luta pela vida no Hospital regional , em Cáceres

Jovem foi executada por queima de arquivo em IV Marcos, porque sabia de furto a Banco da Cidade, o ex marido é inocente.

Suspeito joga álcool e ateia fogo em outro homem, por ciúmes do ex-namorado no interior de MT

Ação conjunta entre PF Gefron em PM intercepta morador de Mirassol com mais de 22 kg de pasta base de cocaína

Jovem é esfaqueado em Glória D´oeste motivado por ciúme de desafeto

"Mexe com quem tá quieto"; Idoso reage à agressão e mete facão no agressor, em Mirassol D´oeste

PM prende suspeito após espancar e roubar namorada, em Mirassol D´oeste

Polícia Civil de Mirassol D´oeste prende mulher por tráfico de drogas e por envolvimento em outros crimes na região

PF, PRF e EB deflagra operação para desobstruir BR-364 ocupada por indígenas em Comodoro-MT

Seguidores