Informe a PRF Roubo ou Furto de veículo

Polícia Civil prende pai que matou filha de dois meses em V. Grande, um ano após o crime.

POLÍCIA CIVIL PRENDE SUSPEITO DE MATAR FILHA DE 2 MESES, EM V. GRANDE

  As investigações apontaram que a criança morreu vítima de agressão e um ano depois, ao ser preso, o criminoso alegou estar sob efeito de drogas e ter se irritado com o choro  do bebê
 


Ilustração


A prisão do suspeito ocorreu na cidade de Sinop distante a cerca de 500 km ao norte da Capital em cumprimento ao mandado de prisão temporária expedido pela primeira vara criminal de Várzea Grande

 O pedido de prisão foi solicitado após os trabalhos de Investigações que apuraram a morte de um bebê de apenas 2 meses de idade, fato este ocorrido no dia 23 de janeiro de 2017.

 O fato

 Na ocasião o suspeito Léo Marli Melgar de 27 anos juntamente com a esposa levaram a filha Lilian Marui Melgar para o Pronto-Socorro da cidade de Várzea Grande.

 A vítima se encontrava inconsciente e os pais informaram aos médicos que a criança havia sido asfixiada acidentalmente quando dormia com casal na mesma cama . A mãe da criança chegou a informar que acordou e viu Pai dormindo por cima da criança, impossibilitando assim a respiração do bebê.

 A criança que recebeu os primeiros atendimentos, apresentava um quadro muito grave e foi transferida para o pronto-socorro Municipal de Cuiabá, onde durante os atendimentos não resistiu e foi a óbito logo em seguida.
Imagem P.J.C. Assesoria
 Investigações realizadas pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa ( DHPP), passou investigar o caso e conforme relatou a imprensa o delegado Frederico Murta, o caso tomou outra dimensão sendo levantado as provas testemunhais e periciais que apontaram que a criança havia sido gravemente agredida por seu genitor, o que teria causando a morte por hemorragia cerebral.

 Após a morte da criança o casal desapareceu da cidade de Várzea Grande e não foi mais visto na cidade.

Com base nas investigações e diligências que duraram meses os policiais conseguiram informações de que o Suspeito estaria residindo na cidade de Sinop, no Norte de Mato Grosso.


A mãe da criança teria se separado do ex companheiro e saído do Estado com medo do mesmo.

A Polícia Civil solicitou a prisão temporária do suspeito, que prontamente foi atendida e deferida  pela 1ª Vara Criminal de Várzea Grande.

Policiais da Delegacia de Sinop realizaram diligências e realizaram a prisão do suspeito.

 O suspeito não possuía passagens criminais e teria fugido recentemente de uma clínica de recuperação para dependentes químicos, onde deu entrada.

Imagem ilustrativa/ Ed F.A.


 O mesmo teria confessado o crime  aos policiais, alegando que estava sob efeito de drogas e teria se irritado pelo choro da criança.

 O criminoso deverá ser interrogado pela autoridade Policial em Sinop e conduzido para o presídio  Ferrugem, na mesma cidade.


Mais Vistas

Fazendeiro mata invasores de terra a tiros e avisa a polícia em Mato Grosso

Criminosos armam emboscada e tentam matar a tiros o desafeto em São J. dos Quatro Marcos

Polícia Militar de Mirassol D´oeste apreende drogas com aluna, após denúncia da direção da escola

Homem salva vida de comerciante que estava prestes a ser morto a golpes de facão em Cáceres

PM de Quatro Marcos recupera Picape roubada durante assalto a residência em Araputanga

Ação rápida da PM salva duas vidas, em tentativas de suicídios em Mato Grosso

Gefron prende indivíduo que atrapalhava evento do Dia das Crianças, com som alto em caminhonete.

Polícia Civil divulga foto de estelionatário aplica golpe do envelope vazio na compra de veículos

PM de Quatro Marcos recupera veículo roubado com placa clonada e prende receptador

PM pede cautela muita atenção a motoristas que trafegam pelas MTs-175 e 250, devido as procissões em louvor a N.S. Aparecida

Seguidores