Informe a PRF Roubo ou Furto de veículo

Operação entre forças policiais da Argentina e Rússia, apreende quase 400 KG de cocaína dentro de embaixada Russa, na Argentina.



 FORÇAS POLICIAIS DA ARGENTINA E RUSSIA APREENDEM  QUASE 400 KG DE DROGAS, NA EMBAIXADA RUSSA NA ARGENTINA

A droga foi localizada e substituída por farinha, em dezembro de 2016,  passando a ser monitorada, um ano depois seguiu para a Rússia e agora foram buscar, onde estava armazenada, sendo finalizada a Operação, com a prisões de 5 pessoas.
Reprodução

Segundo publicado pela imprensa, através do site dw.com,
os governos de Argentina e Rússia desmantelaram uma quadrilha que tentou traficar quase 400 quilos de cocaína em bolsas diplomáticas através da embaixada russa em Buenos Aires, numa operação de 14 meses que terminou em cinco pessoas detidas e um fugitivo, comunicou na quinta-feira (22/02) o Ministério da Segurança argentino.

Duas pessoas foram presas na Argentina – uma delas um russo naturalizado argentino que era membro da força policial de Buenos Aires. Ele foi preso na chegada ao aeroporto internacional de Buenos Aires na quarta-feira. As outras três pessoas foram detidas na Rússia, e as autoridades estão buscando um sexto suspeito – especula-se que se encontraria na Alemanha e que seria a mente por trás do crime.

A ministra da Segurança da Argentina, Patricia Bullrich, disse em que as drogas descobertas tinham um valor de mercado de cerca de 50 milhões de euros.

"Uma gangue de tráfico de drogas estava tentando usar o serviço de correio diplomático da embaixada russa para enviar drogas à Europa. Desmantelamos uma organização internacional de tráfico de cocaína entre Argentina, Rússia e Alemanha", disse.

Em 13 dezembro de 2016, o embaixador da Rússia na Argentina, Viktor Koronelli, informou o governo local sobre "a suspeita de que num anexo da embaixada russa havia drogas".

As forças de segurança contabilizaram 389 quilos de cocaína encontrados numa escola que faz parte do complexo da embaixada e distribuídos em 360 pacotes dentro de 12 malas.

A polícia então substituiu a cocaína por farinha e colocou dispositivos de rastreamento dentro das malas, que foram enviadas para a Rússia. Depois de várias tentativas frustradas, as malas com a carga falsa viajaram em dezembro de 2017 para Moscou "num avião do serviço de segurança federal russo", especificou Bullrich.

As malas foram enviadas como parte da remoção de um diplomata, permitindo aos traficantes evadir controles de importação das autoridades aeroportuárias.

Em Moscou, as malas foram abrigadas no Ministério do Interior da Rússia, enquanto se aguardava que membros da quadrilha se apresentassem para buscá-las. O Ministério de Segurança da Argentina enviou uma equipe especial de três agentes para monitorar a entrega vigiada.

Duas pessoas foram presas ao buscar as malas, Também foi preso um ex-membro do serviço diplomático russo, que teria facilitado a entrada das malas com cocaína no prédio anexo da embaixada russa em Buenos Aires.

O suposto líder do grupo de traficantes estaria baseado na cidade alemã de Hamburgo. "Acreditamos que a polícia alemã vai prender esse fugitivo", disse Bullrich.

A ministra afirmou que a origem da droga ainda estava sendo analisada. Segundo ela, a cocaína estava embalada em pacotes com "uma estrela" e "é de qualidade muito alta". "Pode ser da Colômbia ou do Peru", comentou.

Reprodução; Fonte: PV/dpa/afp

Mais Vistas

Gefron apreende quase 40 Kg de drogas após troca de tiros com mulas na fronteira.

Advogado e covardemente assassinado de joelhos na frente da Babá e da filha de menos de 2 anos em Caruaru-PE

Polícia Civil apreende 340 Kg de cocaína dentro de avião boliviano, em Pontes e Lacerda-MT

PM apreende avião com carregamento de maconha em Jaciara, após pouso por falta de combustível.

PM de Mirassol D´oeste captura foragido da justiça e prende motorista embriagado durante abordagem de rotina

PM de M. D´oeste retira mais uma arma de circulação e prende um suspeito, após fuga alucinante de dupla com moto suspeita.

PRF apreende em Rondonópolis 170 quilos de pasta base, que saiu da região de fronteira com a Bolívia.

PM de Araputanga prende dois ex-presidiários e que pretendiam roubar caminhonetes na cidade

Fim da Agonia, corpo de jovem é localizado no rio Jauru após ts dias de seu desaparecimento

Bandidos da moto vermelha praticam mais um roubo em Quatro Marcos

Seguidores