Informe a PRF Roubo ou Furto de veículo

Inversão de valores: Sargento é afastado das ruas e tem porte de arma suspenso após atirar em bandido que invadiu sua casa, lhe apontando arma falsa.



SARGENTO DA PM TEM  PORTE DE ARMA SUSPENSO E É AFASTADO DAS RUAS, APÓS ATIRAR EM BANDIDO QUE INVADIU SUA CASA E LHE APONTOU UM SIMULACRO.



  Ao ver o bandido dentro do quintal de sua casa, onde estava com seus familiares, o militar tentou impedir a fuga do mesmo, mas o criminoso lhe apontou uma arma falsa, sendo alvejado e morreu.



Reprodução WEB/ Ed F.A.

 Esta ocorrência que está comprovando realmente uma inversão de valores em nossa sociedade, foi registrada em Cuiabá na noite desta terça-feira, 13, no bairro Nova Esperança 2.

 O sargento da Polícia Militar M.R.T. de 43 anos. estando 20 anos à frente das fileiras da Polícia Militar. prestando serviço à população sê viu numa situação de grave risco, quando um indivíduo pulou muro de sua residência, chegando até a piscina onde o mesmo estava com a esposa, filhos e neto.

 O policial  tentou impedir a fuga do suspeito, que não obedeceu e apontou uma arma em sua direção,  onde o sargento repeliu a grave ameaça disparando uma vez contra o mesmo.

 O suspeito de nome não revelado, chegou a ser socorrido mas foi a óbito no pronto-socorro de Cuiabá.

 Conforme informações obtidas pelo Fronteira Alerta , o bandido estava em fuga , e já havia pulado diversos muros de outras residências, após ter seu plano de roubo a outra casa frustrado, e estava em fuga.


 Em decorrência deste fato o policial foi preso e conduzido por homicídio,  passando toda noite preso e somente na  tarde do dia 14. por volta das 14 horas houve a Audiência de Custódia, onde sua prisão foi relaxada e responderá em liberdade, pela morte do bandido. 

Até ai tudo normal, pois um processo deve ser aberto para apurar o caso e devido as circunstâncias o Sargento deverá ser inocentado.

O que não encaixa na cabeça das pessoas é o fato de ter como consequência, em vez de receber uma Moção de Aplausos, por defender a sua vida e de seus familiares, é o policial ter o porte de arma suspenso e ainda ter sido afastado das ruas, tendo que prestar o serviço administrativos. 


Reprodução  web
 Esta é mais uma inversão de valores, onde quem atua com profissionalismo e utilizou a arma em defesa própria, e de terceiros, pois até aquele momento em que o mesmo conseguiu conter uma possível e iminente ação do bandido, não se tinha conhecimento o que a arma  do meliante era falsa.

 Quem invadiu a casa foi o bandido, que apontou uma arma, para pessoas inocentes que estavam no ceio de seu lar. 

 O caso gerou muita revolta por parte de policiais de todas as instituições  e também da comunidade, que se sente mesmo protegida a cada dia com estas leis, que tiram o direito das pessoas se defenderem até mesmo dentro de suas próprias casas.

Mais Vistas

Fatalidade na MT-170; Motociclista motociclista morre ao ser atropelado por caminhão leiteiro em Salto do céu

Gefron apreende 31,5 Kg de cocaína pura na fronteira e manda quatro para o xilindró.

Desavença em "boca de fumo" termina com mulher cravando faca na cara de outra

Homem é executado à tiros no meio da rua em São José dos Quatro Marcos

PM de Salto do Céu recupera Toyota SW4, pertencente o futuro Chefe da Casa Civil de Mato Grosso

Bombeiros encerram buscas por mulher que se jogou no rio para salvar filha

Gefron prende Casal de Pontes e Lacerda por evasão de Divisa em Porto Esperidião, quando seguia para Bolívia

PM de Mirassol D´oeste recupera Hilux arma e munições roubadas de fazenda em Curvelândia

Polícia Civil apreende 350 kg de maconha em rodovia na entrada da Capital

PM prende estelionatária de 65 anos após golpe em Banco de Curvelândia, outra mulher estava junto mas alega ser inocente

Seguidores