quinta-feira, 29 de março de 2018

Operação integrada prende 20 por envolvimento com tráfico de drogas


OPERAÇÃO INTEGRADA PRENDE 20 POR ENVOLVIMENTOS COM TRÁFICO DE DROGAS

Os trabalhos foram realizados por policiais Civis e Militares, nas cidades mato-grossenses de Alto Araguaia e Alto Taquari, e nos municípios goianos de Santa Rita do Araguaia e Mineiros.
Foto reprodução / SESP



Vinte pessoas foram presas durante a Operação Purgato, realizada na região de Alto Araguaia (415 km ao Sul de Cuiabá), nesta quarta-feira (28.03). A ação integrada entre as forças de segurança de Mato Grosso e de Goiás desarticulou um grupo que atuava com o tráfico de drogas. Foram cumpridos 18 dos 21 mandados de prisão preventiva, além de outras duas efetuadas durante a atividade, nas cidades mato-grossenses de Alto Araguaia e Alto Taquari, e nos municípios goianos de Santa Rita do Araguaia e Mineiros.

Também foram cumpridos 10 mandados de busca e apreensão nas residências dos investigados. A operação integrada contou com 40 profissionais da Polícia Militar (com apoio da Força Tática) e 80 da Polícia Judiciária Civil (incluindo o Grupo Armado de Resposta Rápida - Garra), além de 31 viaturas. O trabalho foi baseado em cerca de 1.500 ações de monitoramento de alvos, via interceptações telefônicas, e é mais uma importante resposta do sistema de segurança às facções criminosas no estado.

Segundo o secretário adjunto de Inteligência da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), Arnon Osny, o apoio tanto ao trabalho investigativo quanto ao operacional tem sido intensificado em todas as Regiões Integradas de Segurança Pública (RISP). “O trabalho de inteligência bem conduzido resulta na prevenção do crime e fornece subsídios necessários para o sucesso das operações. Além disso, o intercâmbio entre essas equipes da segurança pública, sob coordenação da Secretaria Adjunta de Integração Operacional, fortalece o trabalho repressivo”.

O comandante-regional de Rondonópolis, tenente-coronel PM Wilker Soares, frisou que a operação apresentou resposta rápida à sociedade, por meio da integração das forças policiais. “O resultado foi positivo e é fundamental para fortalecer a confiança da população junto aos órgãos de segurança, pois a parceria dos cidadãos, inclusive por meio de denúncias, é fundamental neste enfrentamento”.

De acordo com o delegado regional de Rondonópolis, Claudinei Souza Lopes, o trabalho ganhou proporção inédita. “Esta é a maior operação já ocorrida em Alto Araguaia e região, de enfrentamento qualificado às facções criminosas, combatendo com seriedade o tráfico de drogas”, destaca. As equipes contaram com a coordenação dos delegados da Polícia Civil Fernando Fleury da Mota e Carlos Roberto Moreira de Oliveira.

Fernando Fleury explica que a investigação teve início há cinco meses com o objetivo de identificar membros de uma associação criminosa responsável pela maior parte do comércio de drogas na cidade de Alto Araguaia, com abrangência em municípios circunvizinhos e até em Goiás. “O trabalho é fundamental para o enfraquecimento do tráfico na região", destaca.

Fonte: SESP MT/ por Nara Assis