Informe a PRF Roubo ou Furto de veículo

PF combate fraudes em fundos de previdências municipais



 PF COMBATE FRAUDES EM FUNDOS DE PREVIDÊNCIAS MUNICIPAIS 


Estão sendo investigados, até o momento, 13 fundos de investimento nos estados de SP, RJ, MG, PR, MT, SC e GO

PF combate fraudes em fundos de previdências municipais
Foto reprodução PF

Conforme informou a assessoria de Comunicação Social, a
A Polícia Federal, com o apoio da Secretaria de Previdência - SPREV, deflagrou nesta manhã (12/4) a Operação Encilhamento, segunda fase da Operação Papel Fantasma. O objetivo é apurar fraudes envolvendo a aplicação de recursos de Institutos de Previdência Municipais em fundos de investimento que contém, entre seus ativos, debêntures sem lastro, emitidas por empresas de fachada. Estima-se que as debêntures emitidas por empresas de fachada ultrapassam o valor de R$ 1,3 bilhão.

Policiais federais e auditores-fiscais da Receita Federal cumprem 60 mandados de busca e apreensão e 20 mandados de prisão temporária expedidos pela 6ª Vara Criminal Federal de São Paulo, nos estados de SP, RJ, MG, PR, MT, SC e GO.

Com o avanço das investigações, foram identificados 28 Institutos de Previdência Municipais. Estes investiram em fundos que, direta ou indiretamente, adquiriram papéis sem lastro. Foram identificados o envolvimento de uma empresa de consultoria contratada pelos Institutos de Previdência e elementos que apontam para corrupção de servidores ligados a alguns Institutos de Previdência.

Estão sendo investigados, até o momento, 13 fundos de investimento. No 2º semestre de 2016 foi constatada a existência de R$ 827 milhões em apenas oito destes fundos, dinheiro que, em última análise, destina-se ao pagamento das aposentadorias dos servidores municipais.

Os investigados responderão, na medida de suas participações, por crimes contra o Sistema Financeiro Nacional (artigos 4º, 5º, 6º e 7º, III, da Lei nº 7.492/86), fraude à licitação (artigo 90, da Lei nº 8.666/93), corrupção ativa e passiva (artigos 317 e 333, do Código Penal) e lavagem de dinheiro (artigo 1º, da Lei nº 9.613/98), com penas de 2 a 12 anos de prisão.

Haverá entrevista coletiva às 11h no auditório da Superintendência Regional da Polícia Federal em São Paulo, localizada na Rua Hugo D’Antola, 95 – Lapa de Baixo.

 Fonte Ass. Com. Polícia Federal

Mais Vistas

Gefron apreende quase 40 Kg de drogas após troca de tiros com mulas na fronteira.

Advogado e covardemente assassinado de joelhos na frente da Babá e da filha de menos de 2 anos em Caruaru-PE

Polícia Civil apreende 340 Kg de cocaína dentro de avião boliviano, em Pontes e Lacerda-MT

PM apreende avião com carregamento de maconha em Jaciara, após pouso por falta de combustível.

PM de Mirassol D´oeste captura foragido da justiça e prende motorista embriagado durante abordagem de rotina

PM de M. D´oeste retira mais uma arma de circulação e prende um suspeito, após fuga alucinante de dupla com moto suspeita.

PRF apreende em Rondonópolis 170 quilos de pasta base, que saiu da região de fronteira com a Bolívia.

PM de Araputanga prende dois ex-presidiários e que pretendiam roubar caminhonetes na cidade

Fim da Agonia, corpo de jovem é localizado no rio Jauru após ts dias de seu desaparecimento

Bandidos da moto vermelha praticam mais um roubo em Quatro Marcos

Seguidores