Postagens

Tecnologia do Blogger.
AGENTES PENITENCIÁRIOS IMPEDEM POSSÍVEL REBELIÃO NA CADEIA PÚBLICA DE CÁCERES


 Policiais Militares foram, em apoio e ajudaram impedir a rebelião  de alguns presos motivada pela mudança de cela de outros detentos, dentro da própria Unidade Prisional

Foto: reprodução: Gazeta Digital

A tarde desta terça-feira 29, foi marcada com o início de uma tentativa de rebelião praticada por alguns detentos na Cadeia de Cáceres, distante a 220 KM da Capital Cuiabá.

A ação dos presos foi prontamente foi repelida pelos Agentes Penitenciários de Serviço, com apoio das Guarnições de rua da Polícia Militar, que chegaram logo em seguida na Cadeia Pública atendendo a solicitação dos Agentes.

 O fato ocorreu por volta das 12 horas, nos blocos A e B, no momento em que os presos eram mudados de celas, causando a revolta de outros presos, que tentaram impedir a atuação dos agentes Penitenciários.

 Um agente chegou a ser agredido, sendo necessário a rápida intervenção de seus companheiros de serviço, que efetuaram disparos espingardas, municiada com elastômero, (famosa Bala de Borracha) e ainda  com  o emprego de Agentes químicos (gás lacrimogêneo).

Estes presos que deram início a tentativa de rebelião foram identificados e separados dos demais, sendo que apenas um deles foi alvejado com elastômetro, sofrendo hematoma sem gravidade.
Foto: R.S.W.A,

Militares pertencentes ao Pelotão de Força Tática do 6º BPM foram para o local e apoiam os Agentes Penitenciários, na continuidade das transferências e ainda nas revistas minuciosa das células onde encontravam-se os mais exaltados.


 Esta vistoria é justamente para averiguar se existe algum artefato ou instrumento, que possa ser utilizado em alguma futura ação em represália pelas ações realizadas dentro da Unidade Prisional.

Com a chegada do Pelotão de Força Tática as guarnições de rua retornaram ao serviço normal e se encontram patrulhando ruas de  Cáceres, junto com as demais que permaneceram no policiamento de rotina.


 Até o final da edição desta matéria os Policiais e Agentes Penitenciários continuavam realizando os trabalhos de averiguação e vistoria nas celas da Cadeia Pública, sendo que a Unidade já estava em sua rotina de normalidade, sem nenhum novo incidente.

 Estas informações foram confirmadas ao Fronteira Alerta o pelo Sr João Batista Pereira de Souza, presidente Sindicato dos Servidores Penitenciários de Mato Grosso, que  informou ainda, que o preso que estava mais exaltado, e que foi alvejado pela munição menos letal, foi socorrido ao Hospital, onde recebeu atendimento médico, devido ao ferimento, constatando  ser  sem gravidade.

 O mesmo disse ainda que  a ação dos Agentes Penitenciários foi em razão de um dos presos causar alvoroço chamando os demais para se rebelarem contra os agentes, inclusive tentando pegar um agente como refém.

 Esta tentativa foi frustrada devido a intervenção de outros agentes, que estavam fazendo a segurança dos companheiros, conseguindo repelir o avanço dos detentos, impedindo assim que se tornasse uma rebelião com consequências incalculáveis e bem mais graves.

Postar um comentário:

0 comments:

Postagens mais visitadas

Arquivo do blog