Informe a PRF Roubo ou Furto de veículo

Polícia Civil prende avó de recém-nascida enterrada viva por premeditar morte da bebê indígena



POLÍCIA CIVIL PRENDE AVÓ DE RECÉM-NASCIDA ENTERRADA VIVA, POR PREMEDITAR A MORTE DA BEBÊ INDÍGENA

 Recém nascida ainda luta pelo direito de viver, internada numa UTI, em Cuiabá, com infecção e insuficiência respiratória. 
Foto: reprodução

Conforme informou a Assessoria da Polícia Civil, a avó da recém-nascida indígena enterrada viva na cidade de Canarana (823 km a Leste de Cuiabá) foi presa pela Polícia Judiciária Civil, nesta sexta-feira (08.06), em cumprimento de mandado de prisão temporária decretado pela Justiça, por tentativa de homicídio.

Em continuidade nas investigações, a Polícia Civil com oitivas de testemunhas envolvidas no caso, apurou a conduta e participação da avó da vítima, a indígena Tapoalu Kamayura, 33. Ela tinha conhecimento da gravidez da filha de 15 anos, em razão da adolescente ser solteira, durante todo período gestacional ministrou chás abortivos para interromper a gravidez.

Segundo a apuração, a indígena premeditou e planejou junto com a avó da adolescente e bisavó, Kutsamin Kamayura, da recém-nascida, o que seria feito com o bebê logo depois do parto. A bisavó de 57 anos foi presa na manhã de quarta-feira (06). Na ocasião, alegou que a criança não chorou após o nascimento, por isso acreditou que estivesse morta e, segundo costume de sua comunidade, enterrou o corpo no quintal, sem acionar os órgãos oficiais.



Foto: reprodção/ Ed F.A.


Diante dos novos fatos e indícios, o delegado de polícia Deuel Paixão de Santana, representou pelo pedido de prisão temporária de Tapoalu Kamayura, que rapidamente foi deferido pelo juízo competente da Comarca de Canarana, com parecer favorável do Ministério Público Estadual.

Os policiais civis deram cumprimento ao mandado contra a suspeita, que foi encaminhada para Cadeia Pública Feminina, no município de Nova Xavantina.


Foto: reprodução

A bisavó Kutsamim Kamayura, de 57 anos, teve a prisão preventiva decretada e encontra-se na Cadeia Pública de Nova Xavantina a disposição da justiça.




A criança que foi resgatada por policiais, em um verdadeiro milagre, após horas enterrada, ainda luta pelo direito de viver.
Foto: reprodução


Seu quadro de saúde se agravou e a mesma se encontra desde a última quarta-feira dia 6, internada na UTI neo-natal da da santa casa de Misericórdia de Cuiabá, enfrentando uma infecção e anda um quadro de insuficiência respiratória.

Fontes PJC/ e Redação Fronteira Alerta

Mais Vistas

Motorista fica ferido ao capotar caminhonete durante uma tentativa de ultrapassagem na MT-175, próximo a Araputanga

Último pedido; Após capotamento e antes de morrer, "motorista pede a populares para cuidarem do sobrinho".

Gefron, Defron e PM prendem quarteto com 46 kg de cocaína, em Glória D´oeste

Gefron apreende 28 kg de cocaína, após confronto que resultou na morte de dois suspeitos

Falso frete; caminhoneiro e amigo são sequestrados e tem caminhão roubado

PM troca tiros com quadrilha e frustra roubo a residência, libertando 5 reféns, em M. D´oeste

PM de Mirassol D´oeste apreende Adolescente armado com faca após mais uma tentativa de roubo de celular

PM de Porto Esperidião prende mais um procurado pela justiça

Procurando a morte; radar da PRF registra veículo a 216 km por hora em rodovia de Mato Grosso

Operação integrada intercepta caminhão carregado com mais de 200 kg de pasta base de cocaína em MT

Seguidores