Postagens




 MOTORISTA EMBRIAGADO CRUZA PRINCIPAL AVENIDA DE IV MARCOS, BATE EM OUTRO CARRO  E VAI EM CANA

 O  bafômetro registrou três vezes mais do que o limite que é considerado embriagado,  sendo que o mesmo também já reincidente, neste crime


Reprodução WEB
O fato ocorreu por volta de 00:30hs, na madrugada deste domingo, 08, na cidade de São José dos Quatro Marcos, distante a cerca de 315 Km da capital Cuiabá.

Um veículo Fiat Palio  de cor prata com placa DMU 0194,  cruzou a Avenida São Paulo,  onde abalroou-se com uma picape Fiat Strada, de cor prata com placas OAQ-9513.


 Policiais Militares foram acionados se deslocando ao local onde foi constatado o que o Fiat Palio era conduzido por José Rodrigues dos Santos 54 anos, que não possui carteira de habilitação ( CNH), que seguia pela  Av. mato Grosso,  sentido centro para a escola Miguel Barbosa.

 Conforme a Policia militar informou, o mesmo não respeitou a via preferencial, onde trafegava  a Picape Fiat Strada, que era conduzida Oziel Alves Florêncio de 44 anos.

Ao cruzar a Avenida São Paulo o mesmo causou o  abalroamento entre os veículos, que sofreram danos materiais, mas felizmente nenhum dos condutores se feriram.

 Durante o atendimento da ocorrência os policiais constataram ainda, que o condutor do Fiat Palio, identificado como José Rodrigues, apresentava visível estado de embriaguez alcoólica, que durante a entrevista confirmou que havia ingerido bebida.
Foto: R.S.W.A.



Foi ofertado o teste de alcoolemia (bafômetro) ao mesmo, sendo que o condutor prontamente realizou, onde foi constatado 0,93 MG/L,  que configura crime de trânsito.

Conforme a tabela da já referida Resolução Nº 432/2013 do Contran, o limite no bafômetro é 0,33 miligrama de álcool por litro de ar alveolar, ou seja estava quase três vezes do índice que configura crime. 


De 0,05 a 0,32 é configurando apenas infração e de 33 a cima é considerado crime. 

 Veja o teor da Resolução
Reprodução WEB




Art. 306. Conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa que determine dependência:
Penas – detenção, de seis meses a três anos, multa e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor.
§ 1º As condutas previstas no caput serão constatadas por:
I – concentração igual ou superior a 6 decigramas de álcool por litro de sangue ou igual ou superior a 0,3 miligrama de álcool por litro de ar alveolar; ou
II – sinais que indiquem, na forma disciplinada pelo Contran, alteração da capacidade psicomotora.
§ 2º A verificação do disposto neste artigo poderá ser obtida mediante teste de alcoolemia ou toxicológico, exame clínico, perícia, vídeo, prova testemunhal ou outros meios de prova em direito admitidos, observado o direito à contraprova.
§ 3º O Contran disporá sobre a equivalência entre os distintos testes de alcoolemia ou toxicológicos para efeito de caracterização do crime tipificado neste artigo.”


 Os dois motorista foram encaminhados para a DP, onde  o condutor da Picape prestou esclarecimentos, e foi liberado em seguida.

 O motorista do Fiat Pálio foi autuado em Flagrante pelo crime de embriagues e encontra-se preso na DP, conforme confirmado pelo Fronteira Alerta Junto a Polícia Civil.
 Não conseguimos contato com o suspeito e nem com a defesa, para ouvir a versão do fato.

Postar um comentário:

0 comments:

Tecnologia do Blogger.

Postagens mais visitadas

Arquivo do blog