Postagens

Tecnologia do Blogger.
HOMEM RESPONSÁVEL PELO ASSASSINATO DO ATUAL DA EX, E PELO SEQUESTRO DA MESMA E DE SEU FILHO É PRESO EM PONTES E LACERDA.

O indivíduo estava sendo procurado após sequestrar a ex-esposa em um posto de gasolina, onde também matou a tiros namorado da mesma, em Cuiabá



Fotos : reprodução/Web/ Ed F.A.



A tarde desta segunda-feira, 31 de Dezembro foi marcada com o desfecho de uma história familiar muito triste, onde teve morte de um homem e o sequestro de mãe e filho.   

Uma ação conjunta entre as Polícias Civil e Militar de Pontes Lacerda, localizou e prendeu o criminoso responsável por homicídio e sequestro da ex-esposa e do filho.


 O fato ocorreu na Gleba Lavrinha, em uma propriedade rural no município de Pontes Lacerda, distante a cerca de 448 km a Oeste da capital Cuiabá.


 Os policiais se deslocaram até o local onde realizaram a prisão de José Antônio de Assis, que estava na propriedade rural, juntamente com o filho H.M.A., de 4 anos, sequestrado neste domingo.


 A criança é filho do  suspeito com a empresária Larícia Melhorança Reyes, que foi sequestrada na tarde do último sábado  29, em posto de gasolina  em Cuiabá.

Entenda o caso; 
Mulher sequestrada por ex-marido, após matar o atual é encontrada na região de fronteira


Vídeo reprodução
                               
  A ex mulher de José Antônio  estava em um veículo Fiat Strada,  pertencente Roberto Lemos dos Santos, de 50 anos, atual namorado de Larícia.



Imagem : Ed Vídeo monitoramento / Ed.F.A.

  O suspeito emparelhou seu veículo ao lado do carro de Roberto, desceu e retirou a ex-mulher de dentro do carro e na sequência atirou contra Roberto, que morreu no local.



 Larícia foi colocada dentro do veículo Renault Fluence,  que o suspeito havia alugado e seguiu para cidade de Pontes e Lacerda, onde a mesma foi libertada juntamente com o veículo abandonado, próximo ao Posto da PRF, na BR-174.



 Na cidade de Pontes Lacerda o suspeito se encontrou com uma irmã, que reside na cidade de Vilhena, Rondônia, que teria levado o filho do casal até o pai.


Foto: Reprodução


 Esta teria sido a última vez que o José Antônio foi visto  com filho,  onde iniciou-se as investigações da polícia para localizar o mesmo e resgatar a criança.


 A prisão do suspeito não foi assim tão fácil e houve momentos de tensão, sendo necessário até negociação para que o mesmo se entregasse, uma vez que o mesmo estava armado com uma pistola cal 380 e 66 munições.   A arma possui registro mas o mesmo não possui porte.


 Os trabalhos da polícia se iniciaram na tarde desta segunda-feira dia 31, quando os  Policiais Civis receberam a informação do paradeiro do suspeito, que encontrava-se em uma propriedade rural na Gleba Lavrinha, na zona rural daquele município.




 Após chegarem ao local os policiais encontraram o suspeito juntamente com a criança, confirmando a denúncia, iniciando assim a negociação, que durou cerca de 7 horas, avançando pela noite, até que o mesmo se entregou e libertou a criança.

O suspeito estava numa propriedade de familiares e montou um acampamento no mato, dentro da propriedade, sendo que as buscas no local não restringira apenas na casa mas também dentro do mato, onde foi localizado o acampamento.

Depois de muita negociação, onde o fator primordial era a segurança da criança e a prisão do suspeito, os policiais conseguiram com êxito alcançarem os objetivos, quando o mesmo finalmente libertou o filho e se entregou.

 Criança não sofreu ferimentos encontra  sobre cuidados da avó paterna.

 A arma apreendida deverá passar por uma perícia e já foi entregue aos Cuidados de Peritos da Politec, sendo que esta possivelmente tenha sido utilizada para matar o namorado de sua Ex mulher.


Resultado de imagem para delegado de Pontes e Lacerda Gilson
Gilson Silveira- Delegado Regional-
Foto: reprodução

Segundo informações do Dr Gilson Silveira- Delegado Regional, que esteve à frente de toda a operação que culminou na prisão do suspeito, a informação verdadeira que levou o paradeiro do suspeito foi obtida por volta das 15 horas, onde uma ação conjunta entre a  Polícia Civil e a Polícia Militar foi desencadeada.


 Os policiais se deslocaram até a "Gleba Lavrinha" onde avistaram o suspeito fora da residência e com aproximação da polícia o mesmo adentrou a casa.


 O Suspeito ao ver que a casa estava cercada manteve firme propósito de não se entregar  e passou a fazer algumas exigências,  que foram estudadas por um negociador da polícia, que conduziu o caso, fazendo algumas concessões e não atendendo a outras devido o risco de uma agravamento da situação.


Foto: reprodução
 José Antônio estava dentro da residência com a sua mãe e também com filho, que havia sequestrado.


 Segundo informações do Delegado, no meio do mato, não muito longe da casa o suspeito havia montado uma estrutura tipo acampamento, onde poderia ser algum ponto de apoio para que o mesmo Empreendesse fuga, uma vez que encontrava-se foragido pelos crimes praticados em Cuiabá e também em Pontes e Lacerda.

A situação era muito delicada e qualquer palavra mal entendida, ou movimento dos policiais em desacordo com as negociações poderia ter um desfecho trágico para o caso, e o risco para a criança e demais pessoas dentro da casa, inclusive o próprio suspeito era muito grande.


 Dentre as exigências que foram feitas pelo suspeito estava a presença da ex-esposa e não foi atendida pelos policiais,  tendo em vista a grande probabilidade de que a situação evoluísse causando consequências imprevisíveis uma vez que o suspeito encontrava-se armado e com muita munição

 Outra exigência feita pelo suspeito foi a presença de uma irmã, com a qual o mesmo possui bom relacionamento afetivo, sendo esta de suma importância para o convencimento de sua rendição.


 A negociação durou até pouco mais da meia-noite, quando finalmente o suspeito se entregou, libertando a criança, que ficou os cuidados da avó paterna, que estava na residência e alegou que não sabia da gravidade dos crimes praticados pelo filho.

 Segundo o Dr Gilson Silveira, Delegado Regional, informou Fronteira Alerta,  José Antônio responderá pelos crimes de homicídio e sequestro em Cuiabá e também por cárcere e privado por manter o filho  de apenas 4 anos em seu poder e posse irregular de arma de fogo, (que possivelmente eu seria mesmo utilizada para o assassinato de Roberto em Cuiabá)




 O suspeito foi conduzido para Delegacia de Polícia Civil de Pontes Lacerda onde foi Lavrado o Flagrante e outras providências estão sendo tomadas. 

Postar um comentário:

0 comments:

Postagens mais visitadas

Arquivo do blog