Postagens

Tecnologia do Blogger.
CRIMES MACABROS; HOMEM MATA EX MULHER  E NAMORADA E ENTERRA OS CORPOS NA CALÇADA DA PRÓPRIA CASA EM CUIABÁ


  A polícia encontrou a ossada da namorada do suspeito enterrada na calçada da casa do mesmo, em uma cova de um metro de profundidade, já nesta terça a ossada da ex mulher também foi encontrada pela equipe.

 Foto: PJC

 No início da tarde desta segunda-feira dia 13, Policiais  Civis  da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), deram continuidade às investigações que apontam o suspeito Adilson Pinto da Fonseca de 48 anos, como autor das mortes e ocultação dos cadáveres de duas mulheres.
Resultado de imagem para Talissa de Oliveira Ormond
vítima Talissa de Oliveira Ormond
Reprodução


 A vítima Talissa de Oliveira Ormond de 22 anos, que era namorada do suspeito em 2013, teve a comunicação do seu desaparecimento no mês de julho daquele ano.

Talissa foi vista pela última vez pelo seu chefe, após um dia de trabalho, em uma empresa de telecomunicação onde após um dia de trabalho, foi vista saindo do serviço e subindo na garupa de uma moto, conduzida por um homem moreno.

A segunda vítima Benildes Batista de Almeida de 39, era ex-mulher do suspeito, e desapareceu em dezembro do mesmo ano.

 
Foto: PJC


 Desde então os trabalhos de investigação prosseguiram, apontando Adilson como principal suspeito e nesta segunda-feira, 13, em cumprimento a ordem Judicial, foram realizadas as diligências na residência.

Várias equipes inclusive com a utilização de retroescavadeira, cães farejadores e outras ferramentas realizaram buscas no  quintal e também na residência.


 Na calçada da casa sobre a pavimentação de cimento,  os policiais encontraram uma cova, conforme indicação do próprio suspeito, onde foi encontrada ossada pertencente a  Talissa.

 Os restos mortais foram recolhidos pela equipe da Politec e deverá ser submetido a exame de DNA, para comprovar a identificação da vítima.
Foto: PJC
 Os trabalhos estão sendo realizados  por equipes a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), Corpo de Bombeiros, que contou inclusive com a utilização de um cão farejador,  Águas Cuiabá e um professor de Geologia da Universidade Federal de Mato Grosso.


 Conforme informou o delegado Fausto José Freitas da Silva que acompanhou os trabalhos no local;“Viemos com uma equipe preparada para esse trabalho, com perícia, um  professor de geologia para fazer levantamento do solo e aparelhagem especifica para identificação dos pontos.

 Uma ossada já encontramos. A retirada dos ossos é muito delicada, tem  que se tirar  osso por osso, para não quebrar. 



O inquérito dos desaparecimentos das vítimas possui mais de dois volumes de informações colhidas através das investigações ao longo dos anos e apontam para o suspeito mas até esta segunda-feira a polícia não tinha o corpo e agora com a primeira vítima encontrada,  já com o resultado obtido pode concluir quanto ao inquérito, disse o delegado após a localização da ossada da ex Namorada do suspeito.

   As buscas pela segunda vítima ainda continuaram até o fim do dia, e se iniciaram logo pela manhã desta terça feira, 14, com o retorno de todas as equipes ao local.


Resultado de imagem para Benildes Batista de Almeida de 39
vítima Benildes Batista de Almeida
 reprodução

 A segunda vítima Benildes Batista de Almeida de 39 anos ex-mulher do suspeito desapareceu no  dia 17 de dezembro de 2013 após retornar ao Brasil na cidade de Áustria na Espanha onde reside o dia.





 A vítima passou cinco meses com a família e a comunicação dos seus conhecimentos e deu pela própria filha que não obteve informações de sua mãe e procurou com a polícia federal se havia registro de sua saída do Brasil onde nada foi encontrado.



Os restos mortais da ex mulher foi encontrado na manhã desta terça-feira, 14, na mesma cova em que foram encontrados os ossos  da namorada, porém  a cerca de 3 metros de profundidade,  sob a calçada da casa do suspeito no bairro Nova Conquista.


 Ambos os casos são investigados pelo núcleo de pessoas desaparecidas da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que mesmo diante do espaço atemporal dos desaparecimentos,  os policiais continuaram nos trabalhos em busca do esclarecimento dos crimes e do que realmente havia acontecido com as vítimas, dando uma resposta aos seus familiares.
Foto: PJC
 A localização do corpo da segunda vítima foi possível com a colaboração do suspeito, que após localização da ossada a namorada passou a colaborar com caso indicando o local exato onde a ex-esposa também estava enterrada.


 O suspeito também revelou que o motivo de ter praticado os crimes teria sido ciúmes onde ocorriam discussões ocasionais.



 Segundo a polícia Edmilson encontra-se preso acusado por ocultação dos dois cadáveres da ex-namorada e da ex-esposa e ainda será também indiciado por homicídio qualificado das duas mulheres.

Postar um comentário:

0 comments:

Postagens mais visitadas

Arquivo do blog