Postagens

Tecnologia do Blogger.

 FATALIDADE NO ASFALTO; ACIDENTE ENTRE CARRETA E CAMINHÃO PROVOCA 4 MORTES NA BR 174, PRÓXIMO AO PEDRO NECA


 Uma carreta câmara fria teria tombado na curva e e seguiu arrastando até colidir frontalmente com o caminhão que trafegava no sentido contrário, os dois motoristas e dois ajudantes foram a óbito.

Foto: NUCOM PRF


 O Gravíssimo acidente que culminou na morte de quatro pessoas durante um acidente entre uma carreta e um caminhão foi registrado pela PRF por volta das 05:20 da manhã desta sexta-feira, 14, no quilômetro 209 da BR-174, próximo a localidade do Pedro Neca,  município município de Porto Esperidião.
Foto: NUCOM PRF
 Segundo informações apuradas até o momento pela Polícia Federal,  houve o tombamento de uma carreta, Volvo FH 440 de Camboriú Santa Catarina, acoplada uma carreta tipo câmara fria,  seguindo com a colisão frontal envolvendo um veículo tipo caminhão Volkswagen 8.160, com emplacamento da cidade de São José dos Quatro Marcos-MT.


 A carreta seguia sentido Ponte Lacerda para Cáceres e teria tomado em uma das curvas e seguiu arrastando no asfalto, onde o caminhão que seguia no sentido contrário não teve como desviar, havendo  a colisão dos veículos.

 Com o impacto violento ambos os veículos ficaram destruídos, tendo como vítimas fatais J. N. B., condutor,  e S.B.S. passageiro,  além do condutor do caminhão Volks R. I. D.  e o passageiro A.P.C., que não resistiram aos ferimentos e foram a óbito..
Volvo: J. N. B., condutor, S.B.S. passageiro

Foto: NUCOM PRF

  O acidente mobilizou as equipes da equipe da Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil, Politec e Resgate do Corpo de Bombeiros da cidade de Pontes Lacerda, que trabalharam por quase 24 horas no local.
Foto: NUCOM PRF
A pós o acidente a pista ficou totalmente interditada  até as  10:40 deste sábado e posteriormente  passou para o sistema pare e siga, sobre tentação da PRF até as 04 horas da manhã deste sábado 15.


Foto: NUCOM PRF
O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil, sendo que os corpos foram removidos para o IML, onde outros exames foram realizados antes da liberação aos familiares.

Postar um comentário:

0 comments:

Postagens mais visitadas

Arquivo do blog